sexta-feira, 26 de novembro de 2010

Com sua licença!


Sinto tua falta, teu amor carinhoso,a tua cumplicidade e principalmente teu abraço. Tu que partistes meu caminhar singelo me fez crer que o que era para sempre não foi e acabou tornando-se um simples amontoado do mar. Na realidade, foi uma ressaca de ilusões ...
Sinto uma falta tamanha de quando eu não sabia de nada ou melhor de tudo! É você, que antes tomava meus dias, minhas tardes e noites com teu olhar soturno, ah como me lembro de ti do jeito que for. Nossos caminhos entrelaçados pelo destino se uniram sem mais nem menos e nada vai mudar o que você me fez crescer, tuas experiências que me fortificam são mulharas que eu ergui em um mundo tão pequeno. 
Nossas confissões desgarradas, meus segredos mais secretos tudo que me compõe você soube de tudo e mais um pouco ... Foi assim que levei a nossa vida!

E só de pensar em você já me faz tanto bem (8)


Mas agora com ou sem sua licença vou cuidar de mim, do meu coração e desta mania torta de amar e querer e esperar sempre mais e mais! Certamente vou ser mais feliz....

Nenhum comentário:

Postar um comentário